Transtorno de Personalidade Borderline

 

O Transtorno de Personalidade Borderline (ou Limítrofe), é um Transtorno que tem como característica principal, um padrão de comportamento marcado por impulsividade acentuada, instabilidade das relações interpessoais, da autoimagem, dos afetos e do humor. Surge no começo da vida adulta e ocorre em vários contextos.

Indivíduos com TPB tem um enorme medo do abandono (real ou imaginário) e fazem de tudo para evitá-lo. Quando se percebem “ameaçados” a respeito de uma separação, rejeição ou a perda de algo, surgem interferências em relação às questões relacionadas a autoimagem, afeto, cognição e comportamento. Por vivenciarem esse medo intenso de “abandono”, ou de situações que fogem de seus planos, o indivíduo com TPB acaba sentindo e demonstrando uma raiva descontrolada e inadequada. Por não saber lidar com isso, acaba utilizando como estratégias de enfrentamento ações impulsivas como automutilação ou comportamentos autodestrutivos, como por exemplo: gastar dinheiro de forma irresponsável, comer compulsivamente, abuso de substâncias, fazer sexo desprotegido, ou dirigir de forma imprudente. Ameaças e tentativas de suicídio também são comuns.

São pessoas muito sensíveis às circunstâncias ambientais e nas relações com outras pessoas, o que faz com que apresente um relacionamento muito instável e muito intenso. Idealizam relacionamentos duradouros e íntimos logo nos primeiros encontros, entretanto essa idealização pode rapidamente mudar para uma desvalorização por sentir que a outra pessoa não se importa o suficiente. São pessoas capazes de cuidar e empatizar com o outros, porém suas expectativas em relação ao outro também precisam ser atingidas.

 

Causas:

As causas são várias e abrangem desde a predisposição genética até experiências afetivas e emocionais ocorridas na infância ou adolescência, fatores ambientais, situações traumáticas, situações de abuso físico ou sexual e negligência familiar.

 

Características e Sintomas:

Pessoas com Transtorno de Personalidade Borderline (TPB) pode apresentar um padrão de auto sabotagem quando uma meta está para ser atingida.

São pessoas com grande instabilidade emocional.

Seus sentimentos são muito intensos e ambivalentes, tipo “tudo ou nada”

Possuem uma desregulação afetiva excessiva,

Angústia e medo de ser abandonado

Comportamentos impulsivos perigosos, autolesivos e tentativas de suicídio, principalmente quando em situações de estresse

Alterações súbitas de humor

Raiva intensa e inapropriada, com dificuldade de controlá-la

Sentimentos de inutilidade e de vazio

Relacionamentos interpessoais instáveis e intensos alternando entre idealização e desvalorização.

 

Comorbidades:

Outros distúrbios podem aparecer junto com o Transtorno de Personalidade Borderline, podendo complicar um pouco ou dificultar um diagnóstico mais preciso. Entre eles estão o transtorno de humor, distimia, ou transtorno bipolar; transtorno de ansiedade, fobia social, transtorno de estresse pós-traumático, transtornos alimentares, abuso de substâncias, dentre outros.

 

Tratamento:

O tratamento mais indicado para o Transtorno de Personalidade Borderline (TPB) é a psicoterapia. A Terapia Cognitivo-comportamental, a Terapia do Esquema e a Terapia Comportamental Dialética têm mostrado bastante eficácia e bons resultados para o TPB.

Porém, muitos tem dificuldades em aderir ao tratamento e muitas vezes acabam desistindo das consultas abruptamente. Por ser um transtorno de personalidade, o paciente acha que não tem qualquer problema, e muitas vezes atribui suas características e sintomas ao estresse ou a algum acontecimento em sua vida. Sua instabilidade de humor e nas relações também podem colaborar para a sua dificuldade de adesão ao tratamento.

Muitas vezes o uso da medicação ajuda no tratamento e entra como estabilizador de humor, da raiva ou da impulsividade ou para alguma comorbidade.

Erica Jares - Psicóloga Clínica

 

Fonte de pesquisa: DSM-V (Manual Diagnóstico e Estatístico de Distúrbios Mentais).

BORDERLINE

© 2018 -  ERICAJARES.COM.BR

Consultório de psicologia Rio de Janeiro, Psicóloga Recreio dos Bandeirantes, Psicóloga Barra da Tijuca, Clínica de Psicologia Recreio dos Bandeirantes, Clínica de Psicologia Barra da Tijuca, Psicóloga Clínica Recreio dos Bandeirantes, Psicóloga Clínica Barra da Tijuca, Consultório de Psicologia Recreio dos Bandeirantes, Consultório de Psicologia Barra da Tijuca, Psicoterapia Recreio dos Bandeirantes, Psicoterapia Barra da Tijuca, Psicólogo Recreio dos Bandeirantes, Psicólogo Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Psicoterapia Barra da Tijuca.